CARTILHAS PRODUZIDAS POR AUTORAS GAÚCHAS: UM ESTUDO SOBRE A CIRCULAÇÃO E O USO EM ESCOLAS DO RIO GRANDE DO SUL (1940-1980)

Autores

  • Eliane Peres
  • Chris de Azevedo Ramil UFPel

Palavras-chave:

História da alfabetização. Cartilhas. Cadernos escolares. Rio Grande do Sul.

Resumo

Este artigo é resultado de um projeto mais amplo que cruza dados obtidos em cartilhas produzidos no Rio Grande do Sul, entre os anos de 1940 a 1980, com cadernos de crianças em fase de alfabetização (Pré-escola, 1ª a 2ª série). Os documentos pertencem ao acervo do Grupo de Pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (HISALES-PPGE/FaE/UFPel). Neste artigo, o objetivo é apresentar os primeiros resultados da pesquisa, a partir do cruzamento dos dados de 16 cartilhas gaúchas com 57 cadernos de alunos, referentes ao período de 1940-1980, com o qual podemos apresentar algumas cartilhas gaúchas que circularam nas escolas do Rio Grande do Sul, em especial na Região Sul do estado, bem como alguns aspectos de como foram usadas pelas professoras e pelos alunos.

Palavras-chave: História da alfabetização. Cartilhas. Cadernos escolares. Rio Grande do Sul.

 

Abstract

This article is an outcome of a broader project that crosses data from primers produced in the Brazilian state of Rio Grande do Sul between the years of 1940 and 1980 with notebooks of children learning how to read and write (Kindergarten, 1st and 2nd grades). The documents belong to the archives of the Grupo de Pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (HISALES-PPGE/FaE/UFPel) [Reading, Writing, School Books, and History of Literacy Research Group]. The goal of this paper is to present the first results of the research, obtained from crossing data from 16 primers from Rio Grande do Sul with 57 children’s notebooks from 1940 to 1980. Therefore, we may present some primers from Rio Grande do Sul that circulated in the schools of this state, especially in its Southern region, as well as some elements of how they were used by teachers and students.

Keywords: History of literacy. Primers. School notebooks. Rio Grande do Sul.

 

Referências

ALVES, Antônio Maurício Medeiros. A Matemática Moderna no ensino primário (1960-1978): análise das coleções de livros didáticos Estrada Iluminada e Nossa Terra Nossa Gente. 2013. 320 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação/FaE – Universidade Federal de Pelotas/UFPEL, Pelotas.

BASTOS, Maria Helena Câmara Bastos. A Revista do Ensino do Rio Grande do Sul: 1939-1942: O novo e o nacional em Revista. Pelotas: Seiva, 2005.

BATISTA, Antonio Augusto Gomes. Um objeto variável e instável: textos, impressos e livros didáticos. In: ABREU, Márcia (org.). Leitura, história e história da leitura. Campinas, São Paulo: Mercado de Letras/ALB/FAPESP, 1999.

CABEDA, Ada Vaz; LOPES, Neusa Vera; SOUZA, Leda Bastos e BLANKENHEIN, Aracy Lady. Comunicado da Secretaria de Educação e Cultura do Rio Grande do Sul – Centro de Pesquisas e Orientação Educacionais: Instruções Gerais para escolha do livro didático nas escolas do Rio Grande do Sul. Revista do Ensino. Porto Alegre, ano XIII, n. 102, p. 2-3, 1965.

CABEDA, Ada Vaz; SOUZA, Leda Bastos e BLANKENHEIN, Aracy Lady. Comunicado da Secretaria de Educação e Cultura do Rio Grande do Sul – Centro de Pesquisas e Orientação Educacionais: Livro didático – condições gerais. Revista do Ensino. Porto Alegre, ano XIII, n. 100, p. 2-5, 1965.

CHARTIER, Anne Marie. Exercícios escritos e cadernos de alunos: reflexões sobre práticas de longa duração. In: CHARTIER, Anne Marie. Práticas de leitura e escrita. História e atualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. CEALE. Coleção Linguagem e educação

CHARTIER, Roger. As revoluções da leitura no Ocidente. In: ABREU, Márcia (org.). Leitura, História e História da Leitura. São Paulo: ALB/FAPESP/Mercado de Letras, 2000.

_____. Do livro à leitura. In: CHARTIER, Roger (org.). Práticas de Leitura. São Paulo: Estação Liberdade, 1996.

_____. História Cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set/dez. 2004.

_____. O historiador e o livro escolar. História da Educação. Pelotas, n.11, p. 5-24, abril 2002.

_____. O manual escolar: uma falsa evidência histórica. História da Educação. Pelotas, v. 13, n. 27, p. 9-75, jan/abr, 2009.

_____. Políticas dos livros escolares no mundo: perspectiva comparada e histórica. História da Educação. Pelotas, v. 12, n. 24, p. 9-28, jan/abr, 2008.

COMPÈRE, Marie-Madeleine. L’histoire de l’Éducation en Europe. Essai comparatif sur la façon dont elle s’écrit. Paris: Peter Lang/INRP, 1995.

DARNTON, Robert. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

DIETRICH, Mara Denise. A Cartilha "Ler a Jato" e o "Método Audiofonográfico" de Alfabetização da professora Gilda de Freitas Tomatis (1967-1986). 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação/FaE – Universidade Federal de Pelotas/UFPEL, Pelotas.

FACIN, Helenara Plaszewski. Histórias e memórias da professora e autora de livros didáticos Nelly Cunha (1920-1999). 2008. 139 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

GATES, Arthur I. New Methods in Primary Reading. New York: Teacher College, Columbia University, 1928.

GVIRTZ, Silvina. El discurso escolar atraves de los cuadernos de clase. Buenos Aires: Editorial Universitária de Buenos Aires, 1999.

LUKE, Allan. Literacy, Textbooks and Ideology: Postwar Literacy Instruction and the Mythology of Dick and Jane. Philadelphia: The Falmer Press, 1988.

OLIVEIRA, Norma Menzes et al. Marcelo, Vera e Faísca – Manual do Professor. Cartilha Método Global de palavras progressivas. 3. ed. Porto Alegre: Tabajara, 1967.

PERES, Eliane. A alfabetização vista através de cadernos escolares (1958-2009). (Painel: História da alfabetização e da cultura escrita: perspectivas conceituais e discussão das fontes). In: Anais. XV ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. Belo Horizonte: UFMG, 2010a. v. 1. p. 1-12.

_____. A produção e a circulação de cartilhas escolares no Rio Grande do Sul: alguns dados de pesquisa. In: FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva e MACIEL, Francisca Isabel Pereira (orgs..). História da Alfabetização: produção, difusão e circulação de livros (MG/RS/MT – Séc. XIX e XX). Belo Horizonte: CEALE/FAPEMIG, CNPq/UFMG/FaE, 2006a. p. 145-170.

_____. A produção sobre história da alfabetização no Rio Grande do Sul. In: MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Alfabetização no Brasil: uma história de sua história. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2011a. p. 243-263.

_____. Aprendendo formas de ensinar, de pensar e de agir: a escola como oficina da vida: discursos pedagógicos e práticas escolares na escola pública primária gaúcha (1909-1959). 2000. 380 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2000.

_____. Aspectos da produção didática da professora Cecy Cordeiro Thofhern. In: FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva; MACIEL, Francisca Izabel Pereira (orgs.). História da Alfabetização: produção, difusão e circulação de livros (MG/RS/MT, séculos XIX e XX). Belo Horizonte: CNPq/Fapemig/CEALE, 2006b. p. 171-190.

_____. Autoras de obras didáticas e livros para o ensino da leitura produzidos no Rio Grande do Sul: contribuições à história da alfabetização (1950-1970). Educação UNISINOS. São Leopoldo, v. 12, p. 111-121, 2008a.

_____. Desenvolvimento do projeto de pesquisa Cartilhas Escolares em Pelotas (RS): organização do trabalho, fontes e questões de investigação. In: FRADE, Isabel Cristina Alves da S.; MACIEL, Francisca Isabel P. (org.). História da alfabetização: produção, difusão e circulação de livros (MG/RS/MT – Séc. XIX e XX). Belo Horizonte: CEALE/FAPEMIG; CNPq/ UFMG/FaE, 2006c. p. 117-144.

_____. Influências do pensamento norte-americano na produção de cartilhas para o ensino da leitura e da escrita no Rio Grande do Sul na década de 1960. In: MORTATTI, Maria do Rosário Longo; FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva (orgs.). História do ensino de leitura e escrita: métodos e material didático. São Paulo: Editora UNESP; Marília: Oficina Universitária, 2014.

_____. Marcas da infância em cadernos escolares de crianças em processo de alfabetização. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (org.). Não me esqueça num canto qualquer. Rio de Janeiro: Laboratório Educação e Imagem, 2008b, v. 1, p. 1-12.

_____. Produção de cartilhas escolares no Rio Grande do Sul entre as décadas de 1950 e 1970: contribuições à história da alfabetização e das práticas escolares. In: ENDIPE, 14, 2008, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008c. v. 1. p. 1-12.

_____. Produção e uso de livros de leitura no Rio Grande do Sul: Queres Ler? e Quero Ler. História da Educação. Pelotas, v. 3, n. 6, p. 89-103, 1999.

_____. “Registros marginais”: escritas de crianças em cadernos de alfabetização. In: CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 8., 2010, São Luís. Anais... São Luís: UFMA, 2010b. p. 1-12.

_____. Templo de Luz: os cursos noturnos masculinos de instrução primária da Biblioteca Pública Pelotense, 1875-1915. 1995. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação)–Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1995.

PERES, Eliane; BARUM, Sylvia. T. O ditado escolar sob o enfoque histórico: um estudo a partir de cadernos de crianças em processo de alfabetização (1943-2007). In: Anais. 14º Encontro da ASPHE. Pelotas: UFPel, 2008. v. 1. p. 1-12.

PERES, Eliane; CÉZAR, Thais M. Divulgação e a adoção do método global de ensino da leitura no Rio Grande do Sul (1940-1970). História da educação, literatura e memória. Porto Alegre: ASPHE, 2003. p. 173-185.

PERES, Eliane; DIETRICH, Mara Denise. A cartilha Ler a Jato e o método audiofonográfico: uma proposta de alfabetização de uma professora gaúcha para o fim do analfabetismo no país (décadas de 1960-70). In: BARCELOS, Valdo H. L.; ANTUNES, Helenise S. (orgs.). Alfabetização, letramento e leitura: territórios formativos. Santa Cruz do Sul: UNISC, 2010. v. 1. p. 50-68.

PERES, Eliane; FACIN, Helenara P. A produção didática da professora Nelly Cunha e suas contribuições para o ensino da leitura no Rio Grande do Sul (décadas de 1960-1980). In: SCHWARTZ, Cleonara; PERES, Eliane e FRADE, Isabel Cristina A. S. (orgs.). Estudos de História da Alfabetização e da Leitura na Escola. Vitória: Edufes, 2010, v. 1, p. 137-170.

PERES, Eliane; PORTO, Gilceane C. A produção e a circulação de cartilhas do método global de contos de ensino da leitura no Rio Grande do Sul (décadas de 40-70). In: LEAHY-DIOS, Cyana (org.). Espaços e tempos de educação. Rio de Janeiro: Brasa/C.L. Edições, 2004. p. 26-40.

PORTO, Gilceane Caetano; PERES, Eliane. Concepções e práticas de alfabetização: o que revelam cadernos escolares de crianças?. In: Anais. 32ª Reunião Anual da ANPED- Sociedade, cultura e educação: novas regulações?. Caxambu: ANPED, 2009. v. 1. p. 1-15.

QUADROS, Claudemir de. Reforma, ciência e profissionalização da educação: o Centro de Pesquisas e Orientação Educacionais do Rio Grande do Sul. 2006. 429 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS, Porto Alegre, 2006.

RAMIL, Chris de Azevedo. A coleção didática Tapete Verde: do projeto à sua produção gráfica (década de 1970 – Rio Grande do Sul). 2013. 223 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação/FaE – Universidade Federal de Pelotas/UFPEL, Pelotas, 2013.

VIÑAO, Antonio. Os cadernos escolares como fonte histórica: aspectos metodológicos e historiográficos. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio. Cadernos à vista: escola, memória e cultura escrita. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2008. p. 69-90.

Publicado

2015-06-29

Como Citar

Peres, E., & Ramil, C. de A. (2015). CARTILHAS PRODUZIDAS POR AUTORAS GAÚCHAS: UM ESTUDO SOBRE A CIRCULAÇÃO E O USO EM ESCOLAS DO RIO GRANDE DO SUL (1940-1980). Revista Brasileira De Alfabetização, 1(1). Recuperado de https://revistaabalf.com.br/index.html/index.php/rabalf/article/view/44

Edição

Seção

ARTIGOS