ANTONIO DA SILVA JARDIM (1860-1891) E A DIVULGAÇÃO DO "NOVO E CIENTÍFICO" MÉTODO "JOÃO DE DEUS" PARA O ENSINO DA LEITURA E DA ESCRITA

Autores

  • Franciele Ruiz Pasquim Faculdades FACCAT

DOI:

https://doi.org/10.47249/rba.v%2513.464

Palavras-chave:

Antonio da Silva Jardim; História do ensino inicial de leitura e escrita; História da Formação de professores; História da Educação., Antonio da Silva Jardim; History of teaching reading and writing; History of teacher education; History of Education.

Resumo

Com o objetivo compreender o pensamento do professor Antonio da Silva Jardim (1860–1891) sobre o ensino da leitura e da escrita, enfoca-se, neste artigo, o documento Reforma do ensino da lingua materna (1884). Trata-se da  versão impressa do resumo da conferência proferida por  Silva Jardim, como professor da Primeira Cadeira – “Grammatica e Língua Nacional”, da Escola Normal de São Paulo. Embora menor em sua produção, a questão da leitura era parte integrante e importante das ideias de Silva Jardim para a nação brasileira pautada nos ideais da República. Para ele, a formação de professores deveria compreender a “parte pedagógica” e a “parte prática”, ou seja, a observarção e a aplicação do “novo” e “científico” método da palavração  nas escolas primárias anexas a Escola Normal.

Publicado

2020-12-03

Como Citar

Pasquim, F. R. (2020). ANTONIO DA SILVA JARDIM (1860-1891) E A DIVULGAÇÃO DO "NOVO E CIENTÍFICO" MÉTODO "JOÃO DE DEUS" PARA O ENSINO DA LEITURA E DA ESCRITA . Revista Brasileira De Alfabetização, (13), 160-174. https://doi.org/10.47249/rba.v%13.464

Edição

Seção

TEMA LIVRE