LITERATURA INFANTIL COMO OBJETO MEDIADOR DAS PRÁTICAS DE LETRAMENTO E DO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Autores

  • Poliana Bruno Zuin Universidade Federal de São Carlos
  • Luís Fernando Soares Zuin Universidade Federal de São Carlos
  • Isadora Pascoalino Mariotto Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.47249/rba2022626

Palavras-chave:

Literatura infantil, Letramento, Alfabetização

Resumo

Este artigo objetiva trazer algumas reflexões teóricas e práticas a respeito da apropriacão da língua materna por meio das práticas de letramento e do processo de alfabetização tendo como principal objeto mediador a Literatura Infantil. Entendendo a linguagem como atividade constitutiva, as discussões propostas sobre a temática alfabetização se apoiam na Filosofia da Linguagem de Bakhtin, na perspectiva Histórico-Cultural de Vygotsky, Luria e Leontiev e na metodologia de Paulo Freire. Para tanto, busca-se trazer alguns dados de pesquisas concluídas como docente pesquisadora em um Programa de Pós- Graduação. Os dados trazidos para discussão são relativos à investigação da própria prática, oriundos de uma pesquisa-ação junto a três salas de Educação Infantil e duas salas de Alfabetização. Os dados apontam o quanto práticas de letramento propiciadas pela parceria escola-família tendo como objeto mediador a literatura infantil suscita a dialogia e amplia a leitura de mundo das crianças pequenas, permitindo a elas a apropriação das diferentes linguagens, tornando a aprendizagem da leitura e escrita significativa no processo de alfabetização.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e Filosofia da Linguagem. Editora Hucitec, 14 ed., 2010.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. Martins Fontes, 4 ed., 2003.

BASSO, Itacy S. O sentido e o significado do trabalho docente. Caderno Cedes, v.19, 1998.

COCHRAN-SMITH, Marilyn; LYTLE, Susan L. Relationships of knowledge and practice: teacher learning in communities. Review of Research in Education. USA, 24, p. 249–305, 1999.

COLINVAUX, Dominique. Aprendizagem e construção/constituição de conhecimento: reflexões teórico-metodológicas. Pro-Posições. Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, v. 18, n. 3(54), p. 29-51, set./dez. 2007.

KLEIMAN, A.B.e ASSIS. J.A. (Orgs.) Significados e Ressignificações do Letramento, Campinas, SP, 2016.

FONTANA, Roseli A. Mediação pedagógica na sala de aula. 3 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2000. (Coleção Educação Contemporânea).

FRANCHI, Eglê. E as crianças eram difíceis… Martins Fontes, 1998.

FRANCHI, Carlos. Linguagem - atividade constitutiva, Revista do Gel, 2002.

FREINET, Célestin. O Método Natural III - a aprendizagem da escrita. 2.ed. Editorial estampa, 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 31 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Alfabetização: leitura do mundo leitura da palavra, Paz e Terra, 4 ed.2006.

LARROSA, Jorge. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Porto Alegre: Contrabando, 1998. Mercado das Letras, 2016.

LIMA, C.N.M.F. e NACARATO, A.M. A investigação da própria prática: mobilização e apropriação de saberes profissionais em Matemática. Educação em Revista, Belo Horizonte, v.25 | n.02, p.241-266, ago. 2009 Acesso em 04 de abril de 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v.25n2/11.pdf

DOLZ, Joaquim; SCHNEUWLY, Bernard.; HALLER, Sylvie. O oral como texto: como construir um objeto de ensino. In: SCHENEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2004. pp. 149-188.

VYGOTSKY, Liev. S. Obras Escogidas I, Visor, 1991.

VYGOTSKY, Liev. S. Obras Escogidas II, Visor, 1993.

VYGOTSKY, Liev. S. Obras Escogidas III, Visor, 1995.

VYGOTSKY, Liev. S. La Imaginación y el arte en la Infancia, 9, ed. AKAL , 2009

VYGOTSKY, Liev.; LURIA, Alexander; Leontiev, Alex. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. 7. ed. Icone Editora, 2001.

VYGOTSKY, Liev. S. A Construção do Pensamento e da Linguagem. Martins Fontes, 2001.

WERTSCH, James, et. all. Estudos socioculturais da mente. Tradução Maria da Graça Paiva e André Rossano Teixeira Camargo. Porto Alegre: ArtMed, 1995.

UFSCar. Projeto desenvolvido na UAC gera livros produzidos pelas crianças. Disponível em: https://www.uac.ufscar.br/aconteceu-na-uac-1/2015. Acessado em: 03/04/2022

Publicado

2022-07-05

Como Citar

Bruno Zuin, P., Zuin, L. F. S. ., & Mariotto, I. P. . (2022). LITERATURA INFANTIL COMO OBJETO MEDIADOR DAS PRÁTICAS DE LETRAMENTO E DO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO. Revista Brasileira De Alfabetização, (17). https://doi.org/10.47249/rba2022626

Edição

Seção

DOSSIÊ