PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE PRODUÇÃO DE TEXTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DIÁLOGOS ENTRE O EDUCAR E O CUIDAR

Autores

  • Mônica Cristina Medici da Costa
  • Margarete Sacht Góes

DOI:

https://doi.org/10.47249/rba.2017.v1.192

Palavras-chave:

Educação infantil. Linguagem escrita. Produção de textos.

Resumo

Este texto é resultado de uma pesquisa que teve por objetivo analisar práticas de produção de textos numa classe de crianças de cinco anos da educação infantil. Considera que a apropriação da linguagem escrita é uma forma de experiência histórica e cultural que se inicia desde os primeiros anos de vida da criança por meio de diferentes linguagens e se potencializa nas experiências sociais mediadas pela palavra do outro. Discute as relações e os diálogos vivenciados entre as crianças, a professora e as pesquisadoras nos eventos de produção de textos, enfatizando as condições de produção e a materialidade resultante desse processo. Seleciona, para análise, as produções dirigidas para um destinatário e se fundamenta na perspectiva bakhtiniana de linguagem. Conclui que a linguagem escrita faz parte da vida das crianças e a produção de textos, como prática pedagógica, proporciona diálogos entre o educar e o cuidar nas salas de atividades da educação infantil.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2004.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BRASIL. Política Nacional de Educação Infantil. MEC/SEF. Coordenação de Educação Infantil. Brasília, 1994.

GÓES, Margarete Sacht. As relações entre desenho e escrita no processo de apropriação da linguagem escrita. 2014. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

GONTIJO, Cláudia Maria M. A escrita infantil. São Paulo: Autores Associados, 2008.

LARROSA, Jorge. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Trad. Alfredo Veiga-Neto. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária Ltda, 1986.

Publicado

2017-11-29

Como Citar

Medici da Costa, M. C., & Sacht Góes, M. (2017). PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE PRODUÇÃO DE TEXTOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DIÁLOGOS ENTRE O EDUCAR E O CUIDAR. Revista Brasileira De Alfabetização, 1(5). https://doi.org/10.47249/rba.2017.v1.192

Edição

Seção

DOSSIÊ: ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS: PERSPECTIVAS EM DIÁLOGO